vender casa

Descubra os 7 pecados comuns de quem procura vender casa

Quando se pretende vender casa, convém evitar ao máximo determinados equívocos e precipitações. Qualquer passo em falso pode fazer a diferença, não só na rapidez com que o negócio é fechado, como nos valores pelos quais a transação final é efetuada.

Em seguida, apresentamos sete erros frequentemente cometidos pelos que se aventuram sozinhos no campo imobiliário. Tenha-os a todos em consideração, de modo a não colocar em risco a venda do seu imóvel.

 

1. Não prestar atenção ao estado em que se encontra o espaço

Para começar, é fundamental não deixar que a casa se deteriore ou pareça estar ao abandono, ainda que não esteja habitada. Há que ter cuidado com aspetos relevantes e facilmente visíveis e detetáveis por aqueles que visitam o lugar.

Preste atenção ao estado de conservação em que se encontra o imóvel. Se for preciso, proceda mesmo a pequenas obras de restauro que lhe deem um ar cuidado.

 

2. Deixar o imóvel carregado de mobília e com objetos pessoais

Quando se quer vender casa, além da conservação da habitação em si, é conveniente que esta se apresente com um estilo sóbrio e impessoal, designadamente no que respeita à decoração. Assim sendo, ter os espaços demasiado preenchidos com mobília é desnecessário e desaconselhável.

A harmonia e a discrição são, em resumo, as palavras de ordem na hora de vender casa. Ao comprador caberá depois a tarefa de personalizar e decorar o lar a seu gosto. Não se preocupe com isso.

 

3. Ter a casa completamente vazia

Da mesma forma que é contraproducente exibir um espaço com demasiados móveis e pertences individuais, também não é desejável que este se encontre demasiado vazio.

O ideal será, portanto, deixar algum mobiliário em cada uma das divisões do imóvel. Nunca se esqueça de que tudo tem de primar sempre pela sobriedade e neutralidade.

 

4. Omitir informação sobre a habitação

Não se negue a facultar todas as informações básicas e essenciais e a responder, de forma verdadeira e transparente, a alguma questão que lhe seja colocada sobre a casa. Faça-o mesmo que tal implique ter de reconhecer alguma desvantagem ou anomalia.

À partida, devem ser providenciados dados relativos à habitação – desde particularidades legais, como despesas com o condomínio. Deste modo, o interessado no imóvel não será surpreendido negativamente por algo que tenha sido ocultado.

 

5. Não fazer boa publicidade ao espaço que pretende vender

Ser honesto não implica, porém, que não se faça gala dos fatores positivos que houver a realçar, nem que se enfatize e sobrevalorize constantemente os pontos maus.

Durante as visitas, vinque bem aos interessados no espaço a preocupação que teve em deixá-lo renovado, funcional e limpo. Ao mesmo tempo, enalteça as valências que o mesmo possui por si só.

 

6. Tentar vender casa por um valor desproporcional

A maioria das pessoas que deseja vender casa tende a pedir um montante exorbitante: ou porque guarda bastante estima pessoal em relação à habitação ou, simplesmente, por uma questão de (má) estratégia. Por outro lado, baixar em demasia os valores pode gerar desconfiança acerca da qualidade do imóvel por quem está de fora.

O que se recomenda é ponderação e sabedoria para que se consiga chegar até um preço final ajustado. Neste capítulo, efetuar um estudo de mercado aprofundado é importante. No entanto, para isso, é também indispensável um conhecimento vasto na matéria – o que não é fácil para quem não é do ramo.

 

7. Não recorrer à ajuda de um especialista no mercado

Os seis pontos referidos atrás acontecem, na maior parte das vezes, quando se incorre num outro erro fatal ao vender casa: não se socorrer de uma ajuda especializada na área nem dar ouvidos aos conselhos por esta prestados.

As agências imobiliárias e os seus profissionais conhecem bem o mercado, sabem exatamente o que procura a generalidade dos compradores e que tipo de argumentos devem utilizar com eles. Não admira por isso que, através destas, a probabilidade de alcançar uma venda boa e rápida seja maior. Em sentido inverso, os que tentam negociar por sua conta pessoal, costumam demorar mais tempo e obter quantias mais baixas.

 

Na RE/MAX Win e RE/MAX Maia tem os parceiros de que precisa para vender a sua casa! Contamos com equipas de colaboradores altamente competentes e prontas a dar-lhe o seu valioso contributo. Fale connosco e conheça os conselhos dos nossos especialistas.

 

TENHO UM IMÓVEL PARA VENDA


vender casa

6 Razões para vender casa em 2020! 

Vender casa é um processo que suscita dúvidas nas pessoas. Saber qual o timing e a conjuntura ideal para o fazer causa, muitas vezes, alguma apreensão. O objetivo é realizar o melhor negócio possível de forma a retirar a máxima rentabilidade do imóvel. 

mercado imobiliário é um setor exposto a diversos fatores que afetam as condições para comprar e vender casaTudo isto condiciona o nível de procura e a capacidade de os potenciais compradores investirem nos imóveis. 

Assim sendo, é fundamental a ajuda dos especialistas deste mercado, uma vez que detêm formação especifica, são altamente qualificados e conhecedores do mercado. O apoio fornecido pelos mesmos, bem como a facilidade com que se movem no ramo, facilita todo o processo. Pode até surpreendê-lo no que toca ao valor obtido com a venda. 

 

Damos-lhe seis motivos para vender casa em 2020 

 

1. Investimento estrangeiro a diminuir

Um dos fatores que acelerou o mercado imobiliário em Portugal foi o investimento estrangeiro em imóveisA entrada no mercado português permitiu aumentar os níveis de procura e, com isso, um aumento dos preços das habitações. 

O capital estrangeiro dá sinais de começar a diminuir, pelo que os próximos tempos são fundamentais para poder vender casa a um preço próximo daquele que é do seu interesse. 

 

2. Construção de novas habitações

Durante o período de criseconstrução de novas habitações diminuiuConsequentemente, a reduzida oferta de imóveis novos no mercado permitiu que o preço das casas usadas subisse. 

Nos últimos anos, a tendência tem vindo a inverter-se, notando-se uma aceleração no setor da construção.  Em pouco tempo, com o aumento da oferta de habitações novas, a tendência é que os preços das usadas desçam. 

Este é um fator a ponderar a curto/médio prazo, se quer vender uma casa que já foi habitada. 

 

3. Alterações à legislação

Dada a pressão pública em relação à reabilitação de edifícios nas principais cidades para proteger os inquilinos, pode ser mais difícil vender casa no futuro. A legislação tem vindo a alterar-se e é previsível que as condições para a transação de imóveis sejam mais complexas, afastando os potenciais compradores. 

 

4. Subida das taxas de juro

Nos próximos anos, há a possibilidade das taxas de juro subirem, o que pode retrair os possíveis compradores. A perspetiva é que, ainda que paulatinamente, os custos com o crédito à habitação aumentem. Desse modo2020 pode ser a sua oportunidade para vender casaevitando uma redução da procura. 

 

5. Aumento do tempo de venda

Desde o ano 2018tem-se verificado uma redução no tempo necessário para vender casa. Tendo em conta os atuais preços elevados e a degradação das condições financeiras para que os interessados consigam adquirir um imóvel, em virtude do atual contexto, a demora na venda poderá aumentar significativamente. 

 

6. Risco de desvalorização

O grande risco de não conseguir vender casa em 2020 é o facto de esta degradação da capacidade de compra aumente. Se tiver um imóvel no mercado e não encontrar comprador, os encargos podem vir a aumentar com o tempo. Impostos e custos de manutenção da habitação implicam perda de dinheiro. Desse modo, é recomendável uma venda célere para rentabilizar ao máximo o seu imóvel. 

 

Como viu, 2020 pode ser uma boa altura para vender casa. Faça-o de forma ponderada e informada. Nestas situações, o apoio de uma agência imobiliária pode ser importante para tirar do seu ativo o máximo benefício. 

As equipas da RE/MAX Maia e RE/MAX Win estão disponíveis para lhe prestar todo o apoio necessário, de modo a realizar o melhor negócio. A vasta experiência e conhecimento de mercado vão ser-lhe muito úteis. Deixe a venda nas nossas mãos! 

 

QUERO VENDER O MEU IMÓVEL


vender casa

Vender casa: Vantagens e desvantagens de reabilitar o imóvel! 

Se quer vender casa, interessa-lhe que o espaço que detém impressione possíveis compradores. Não é, por isso, difícil de perceber que um dos requisitos tidos por quem procura adquirir um imóvel seja o seu estado de conservação. 

Ponha-se no lugar da pessoa que demonstre interesse no seu imóvel: sentiria propensão a comprar uma habitação com um elevado nível de desgaste e com um aspeto envelhecido? Ou ficaria bem impressionado com um espaço funcional e cuidado? 

Vistpor este prisma simples, a resposta parece óbvia. Porém, manter uma casa constantemente cuidada ou reabilitá-la pode trazer vantagens e desvantagens. Fique a conhecer três dos principais motivos por que deve, ou não, remodelar o espaço que vai negociar. 

 

Três razões para reabilitar uma casa antes de a colocar no mercado 

 

1. Valorização, no mercado, do espaço que se quer vender

Efetivamente, a maior vantagem de se proceder à reabilitação de um imóvel que se deseja transacionar a curto/médio prazo está na evidente valorização do mesmo no mercado. Ou seja, uma casa para venda que esteja em boas condições e que não necessite de muitos trabalhos a nível de obras tenderá a ser transacionada primeiro que outras que também estão no mercado. Ao invés, se o espaço se encontrar num estado deteriorado e apresentar problemas funcionais, perderá algum do seu valor potencial e será preterida face às outras. 

Grande parte dos interessados ncompra de uma habitação prefere, em princípio, não ter de despender dinheiro e, sobretudo, tempo com uma remodelação posterior. Isto fará com que a sua habitação capte com maior facilidade a atenção dos compradores, inclusive internacionais. Assim, por inerência, os esforços consumidos na requalificação da casa verão chegar o devido retorno na rapidez de venda. 

 

2. Aproveitamento de benefícios e isenções fiscais

Para lá da provável compensação financeira na hora da venda da casaé possível contar também com uma série de apoios à reabilitaçãoEm Portugal, a reabilitação urbana tem sido alicerçada em diversas medidas interessantes, tanto em termos nacionais como locais. Desde a isenção de IMI até à redução do IVA em determinadaconstruções, há vários cenários benéficos para quem quer remodelar o imóvel. 

No Porto e em Lisboa, particularmente, existem numerosas políticas de incentivo neste âmbito. Portanto, se tenciona vender casa, mas sente necessidade de a requalificar, esta é uma boa altura para o fazer. 

 

3. Centrar atenções no verdadeiro objetivo: vender casa

Fazer alterações, grandes ou pequenas, no espaço que outrora foi o seu lar irá ajudar a que se desprenda dele emocionalmente. Um dos grandes problemas das pessoas que pretendem negociar os seus imóveis é apego sentimental que nutrem pelos mesmos.  

Ora, transformar a habitação num lugar diferente e, ao mesmo tempo, impessoal poderá fazer com que a racionalidade impere. Deste modo, o foco estará centrado apenas e só no propósito maior, que é a venda. 

 

Três motivos para vender casa sem a reabilitar 

 

1. Custos elevados com obras

A decisão de reabilitar com o intuito de vender casa em seguida acarreta riscos e eventuais problemas. O maior está relacionado com a grandeza do investimento associado à remodelação. 

Antes de iniciar um processo de renovação do imóvel, há que medir bem que espécie de reparos este precisa ao certo. Averigue a dimensão dos trabalhos, que materiais serão necessários e qual o seu preço. Tenha igualmente em conta os honorários praticados pelo empreiteiro, se tiver de recorrer a um. 

Caso as obras que o espaço requer sejam profundas, isso pode representar custos globais demasiado elevados e que signifiquem uma despesa difícil de suportar. Numa situação dessas, mais vale não mexer ou efetuar somente pequenos melhoramentos, dentro das possibilidades que houver. 

 

2. Complicações burocráticas que retardam o processo de restauro

No capítulo das desvantagens, a acompanhar um investimento eventualmente incomportável, estão também questões de ordem burocrática. Por outras palavras, há sempre a possibilidade dprojeto de remodelação implicar a obtenção de licenças camarárias ou, se estivermos a falar de um apartamentolevantar outro tipo de constrangimentos colocados pelos condóminos. Tudo isto fará com que o processo se torne moroso e, por via disso, a venda possa ser adiada. 

Mais uma vez, é indispensável analisar, de forma cuidadosa, todos os contornos de um trabalho de remodelação. 

 

3. Esforço inútil, dependendo das pretensões do comprador

De facto, o mais provável é que a maioria daqueleque desejam comprar casa para viver opte por algo renovadoNesse sentido, conforme mencionado, as obras de remodelação abrem portas a excelentes oportunidades de negócio. 

Contudopara alguns dos potenciais interessados, a intenção não tem obrigatoriamente de passar por adquirir um imóvel para fins habitacionais. A finalidade poderá ser num espaço de natureza laboral ou comercial – um restaurante, um escritório ou uma clínica, por exemplo. Se assim for, é possível que estes tenham de levar a cabo um trabalho de transformação e personalização do espaço às suas necessidades. 

Significa isto que, se investiu na realização de grandes empreitadas, existe a possibilidade de muito desse esforço acabar por não ser reconhecido e, no fim de contas, ter até sido em vão. 

 

Para vender casa, peça a opinião de profissionais 

 

Como vê, existem algunfatores que deve analisar, de forma a perceber se é vantajoso reabilitar um imóvel para venda. Para isso, o melhor é aconselhar-se junto de quem é especialista no assunto e expor-lhe o seu caso em concreto. 

RE/MAX Maia e RE/MAX Win m à sua disposição o conhecimento e a experiência de que precisa para vender casa. Conte com a nossa ajuda!  

 

QUERO SABER MAIS

 


consultor imobiliário

Consultor imobiliário: 10 Dicas para atingir o sucesso! 

Consultor imobiliário é uma profissão que tem atraído cada vez mais pessoas, seja pela vontade de mudar de vida ou pela ambição de uma carreira profissional mais aliciante. Mas, para conseguir alcançar um patamar confortável, deve saber que esta é uma função exigente, que requer total empenho e dedicação. 

Se já é consultor imobiliário ou está a pensar iniciar carreira nesta área, tome atenção aos nossos conselhos. Estas são 10 dicas que deve seguir para ser bem-sucedido. 

 

1. Oiça o seu cliente

Faça perguntas. Entenda o que é realmente importante para o seu cliente e construa o discurso a partir daí. Se conseguir perceber logo no início o que o cliente valoriza, será muito mais fácil apresentar-lhe as soluções ideais. 

Esteja atento, avalie o comprador e tente conhecê-lo ao máximo. A escuta ativa e a compreensão são dois fatores-chave para o sucesso. 

 

2. Esteja disponível

Além de construir uma relação de confiança com o cliente, é muito importante ter uma postura acessível. Mostre-se disponível, responda a todas as dúvidas, nunca chegue atrasado e evite ao máximo desmarcar um compromisso. É essencial que o cliente sinta que o consultor imobiliário está dedicado a 100%. 

 

3. Mostre-se confiante

Outro dos pontos fundamentais para ser um consultor imobiliário bem-sucedido é mostrar-se confiante. Durante o seu discurso, mantenha uma postura firme e nunca desvie o olhar. As pessoas têm mais tendência a confiar em quem se demonstra confiante. Por isso, tente estar descontraído (mas não desleixado), apresente referências de clientes anteriores e partilhe os seus sucessos. Saiba impressionar sem parecer presunçoso. 

 

4. Adapte-se ao mercado

mercado imobiliário está em permanente mudança. É muito importante que acompanhe estas tendências e saiba ajustar-se. Participar em eventos relacionados com o ramo imobiliário, como palestras, cursos especializados ou debates com outros profissionais, é indispensável. 

Às vezes, realizar algumas leituras pode ser suficiente. Mas não facilite. Mantenha-se informado, estude e invista na formação contínua e personalizada. Não há melhor forma de se manter atualizado e saber adaptar-se. 

 

5. Seja persistente  

É natural que ao longo da sua carreira tenha de investir em si. O tempo dispensado para o seu negócio é essencial. Mantenha-se firme e seja persistente. Uma carreira com bases sólidas leva o seu tempo.  

 

6. Perspicácia é a palavra de ordem

Nem tudo é o que parece. Portanto, seja perspicaz. Como já referimos neste artigo, é muito importante que estude bem o seu cliente, que o oiça com atenção, para perceber todas as suas necessidades. É precisamente aqui que entra a perspicácia. Seja astuto, adiante-se e desenvolva competências que o ajudem a decifrar os outros. 

 

7. Aprenda com os erros

Este é, provavelmente, um dos conselhos que mais vezes ouviu ao longo da sua vida. Adapta-se a diferentes situações e a verdade é que não poderia estar mais certo. ‘Errar é humano’, dizem. E não é que é mesmo? 

Durante a construção da sua carreira de consultor imobiliárioé natural que cometa algumas falhas. Mas não se martirize à conta disso. Pelo contrário, procure sempre o lado positivo. Analise os seus erros, perceba porque é que os cometeu e aprenda com eles. experiência fará com que os lapsos sejam cada vez menos frequentes. Portanto, encare isto como uma motivação. 

 

8. Invista no online e aposte no email marketing

Marcar presença na internet é, hoje em dia, absolutamente essencial. O mercado imobiliário não é exceção e é realmente importante que saiba construir o seu negócio também no online. 

É vantajoso que a agência em que trabalha invista num website intuitivo e organizado, com design simples e limpo, uma boa descrição dos imóveis e imagens de alta qualidade. Além disso, invista também nas redes sociais, sobretudo no Facebook e no Instagram, que têm vindo a ganhar voz neste mercado. 

Outro canal de comunicação muito importante é o email marketing. Envie newsletters aos seus clientes e construa uma comunicação mais sólida. Mas tenha atenção e evite o spam. 

 

9. Cuide da sua imagem

Manter uma boa imagem é fundamental na carreira de um consultor imobiliárioCriar empatia logo no primeiro contacto é imprescindível para o desenvolvimento do negócio. 

Tenha em mente que, quando falamos de imagem, não nos estamos a referir somente à sua maneira de vestir. Manter uma postura credível e um discurso forte e confiante é essencial. Além disso, cuide de todos os canais de comunicação, como por exemplo os seus cartões de visita. 

 

10. Escolha a agência certa para ser consultor imobiliário

Tenha atenção no momento de escolher uma agência imobiliária para trabalhar. Optar por uma empresa reconhecida, experiente e em expansão é muito importante. Analise as condições de trabalho e perceba junto dos profissionais se a equipa está motivada. Uma boa imobiliária é essencial para o sucesso de um consultor. 

 

Se ficou motivado e está a pensar iniciar uma carreira como consultor imobiliário, não espere mais. Entre em contacto connosco e conheça todas as vantagens de trabalhar numa equipa altamente experiente e conhecedora do mercado. 

  

QUERO SER UM CONSULTOR IMOBILIÁRIO

 


consultor imobiliário

Consultor imobiliário RE/MAX: Motivação e reconhecimento!

Está à procura de uma nova oportunidade profissional? Quer dar um rumo diferente à sua vida? Ser consultor imobiliário RE/MAX pode ser a resposta! 

Se anseia há muito por um novo desafio, talvez este seja o momento certo para si. Não há nada mais aliciante do que fazer parte de uma equipa vencedora e ver os esforços reconhecidos. 

RE/MAX Maia e a RE/MAX Win – na Maia e em Gondomar, respetivamente – oferecem as melhores condições para que se sinta sempre motivado. Conheça todas as vantagens de ser consultor imobiliário nestas reputadas agênciaque integram o WinGroup. 

 

RE/MAX, uma marca com história 

A RE/MAX é uma das empresas mais reconhecidas no setor imobiliário. Presente em Portugal desde o ano 2000, é líder de mercado e encontra-se em constante expansão. Com quase 345 agências abertas no país, conta com mais de 8.000 consultores e continua a ser a escolha dos portugueses na altura de comprar ou vender casa. Com uma inquestionável reputação, foi considerada uma marca cinco estrelas e uma das melhores empresas para trabalhar em Portugal, desde 2010. 

 

RE/MAX Maia e RE/MAX Win valorizam clientes e colaboradores 

Há muitos fatores que distinguem a RE/MAX das restantes mediadoras imobiliáriasUm deles é, sem dúvida, o compromisso que as agências que a integram assumem com os clientes. 

Na RE/MAX Maia e na RE/MAX Win, os consultores imobiliários oferecem ao cliente um serviço exímio, garantindo um acompanhamento personalizado em todo o processo de compra e venda do imóvel. 

Além da atenção prestada a cada cliente, estão entre as empresas que mais valorizam os seus colaboradores. Alguns dos consultores mantêm-se em funções há mais de 10 anos, o que representa uma taxa de retenção de profissionais muito acima da média. 

Nestas duas agências de renome, todos ganham! Porque colaboradores motivados geram clientes satisfeitos, e vice-versa! 

 

Quer ser consultor imobiliário? 

Quem escolhe a RE/MAX Win e a RE/MAX Maia tem a oportunidade de trabalhar junto de uma equipa focada e altamente motivada e de usufruir de um excelente ambiente de trabalho. As funções do consultor imobiliário passam por: 

  • Fazer prospeção de mercado, incrementando estratégias que lhe permitam captar um elevado número de clientes; 
  • Angariar e administrar uma carteira de imóveis; 
  • Fazer um acompanhamento personalizado do cliente, aconselhando-o durante todo o processo; 
  • Garantir a satisfação máxima de todos os clientes; 
  • Desenvolver estudos de mercado e planos estratégicos de marketing e publicidade. 

 

Porquê juntar-se a estas equipas vencedoras? 

O modelo de negócio da RE/MAX Maia e da RE/MAX Win foi pensado para valorizar, em diversos aspetos, os colaboradores. Nestas agências, não só terá a oportunidade de integrar equipas vencedoras, como poderá desenvolver o seu próprio negócio. Cada novo consultor imobiliário é recebido com: 

  • Formação: A RE/MAX aposta na formação inicial e contínua dos colaboradores; 
  • Kit de acolhimento: Oferecemos elementos úteis para o dia-a-dia; 
  • Pacote de serviços e marketingPode contar, por exemplo, com um gestor de processos. 

Depois de integrar esta equipa, vai certamente querer trabalhar mais e mais para atingir resultados. Aquié reconhecido e valorizado o esforço de cada um. Por isso, oferecem-se: 

  • Honorários competitivos e acima da média; 
  • Comissões aliciantes; 
  • Prémios de desempenho; 
  • Autonomia para trabalhar ao seu ritmo, criar a sua equipa vencedora e desenvolver o seu marketing pessoal. 

 

Ficou motivado com esta possibilidade de vingar profissionalmente e de ganhar qualidade de vida? Não adie mais a decisão! Se tem um perfil comercial e empreendedor e gosto pelo contacto com clientes, torne-se consultor imobiliário. Contacte-nos para saber mais e ajude-nos a continuar a escrever esta história de sucesso! 

 

QUERO JUNTAR-ME A UMA EQUIPA VENCEDORA

 


Subscreva o nosso blog

 


consultor imobiliário

10 Vantagens de ser consultor imobiliário!

Um consultor imobiliário tem na sua atividade profissional vantagens ímpares comparativamente com outras áreas laborais. Este mercado tem crescido muito nos últimos anos, sendo altamente dinâmico. Com isso, a profissionalização tem-se alterado pela positiva.

As oportunidades de trabalho tendem a crescer. O facto de o imobiliário ser um setor muito competitivo leva a que as condições melhorem de ano para ano. Desse modo, representa uma área atrativa para as pessoas construírem uma carreira de sucesso.

A atividade dos consultores imobiliários garante, por si só, estar em constante desafio. Para muitos, este é um fator determinante para se sentirem motivados na construção de uma carreira de sucesso. As vantagens em termos pessoais e profissionais são claras.

Se está a pensar integrar este ramo profissional, saiba que entra numa área extremamente dinâmica e desafiadora. O crescimento associado a quem integra este trabalho é uma realidade seja em que campo for, além, claro, das condições vantajosas.

Um dos aspetos que mais se destaca é o desenvolvimento de soft skills. No mundo laboral atual, este tipo de competências é fundamental para uma plena integração e adaptação ao trabalho. Fique agora a conhecer 10 vantagens de ser consultor imobiliário.

 

1. Setor em expansão

O mercado imobiliário em Portugal tem crescido muito, especialmente nos últimos anos. Desse modo, é uma área que procura novos profissionais para responder às necessidades do mercado.

 

2. Formação contínua

São disponibilizadas a quem integra o ramo imobiliário junto de uma empresa da área formação contínua e ferramentas para se desenvolver. Sendo um contexto altamente dinâmico, o acompanhamento e atualização do conhecimento é fundamental.

 

3. Progressão profissional

Ser consultor imobiliário permite ambicionar sempre mais. Este ramo possibilita-lhe progredir na carreira e estar constantemente a definir metas mais ambiciosas.

 

4. Ganhos acima da média

Um dos benefícios que atrai os consultores imobiliários é a possibilidade de auferir de rendimentos acima da média. As comissões que obtém dos negócios bem-sucedidos garantem-lhe isso mesmo.

 

5. Incentivos ao bom desempenho

Além das comissões ganhas nos negócios, as imobiliárias oferecem prémios de desempenho e outros incentivos. O esforço e a dedicação do consultor imobiliário são premiados, motivando-o a elevar a fasquia.

 

6. Ramo que procura a excelência

A compra de uma casa é o sonho de muitas pessoas. Sendo um momento único nas suas vidas, a escolha deve ser acertada. Desse modo, as imobiliárias têm de prestar um serviço de qualidade, de forma a apoiar os clientes o melhor possível neste processo.

 

7. Satisfação pessoal do consultor imobiliário

Para um consultor imobiliário, não há nada mais recompensador do que levar um negócio a bom porto e ver a satisfação do cliente com a sua escolha. Concretizar os sonhos das pessoas é o maior incentivo para continuar.

 

8. Horário flexível

O consultor imobiliário tem um horário flexível. É ele quem gere o seu trabalho, mediante a sua rotina diária e a disponibilidade dos seus clientes. Se para si é complicado ter um horário das 9h às 18h, então esta é a profissão ideal.

 

9. Autonomia na gestão do trabalho

A autonomia não se fica apenas pela flexibilidade horária. Toda a gestão da agenda de trabalho – como os contactos com potenciais clientes, visitas a imóveis, reuniões, entre outros – é feita pelo consultor imobiliário. Esta liberdade tem tendência a crescer à medida que aumenta a experiência de trabalho.

 

10. Rede de contactos

A mediação imobiliária assenta no contacto com pessoas. Ao longo da carreira, o consultor imobiliário vai comunicando com muita gente nos mais variados contextos. Assim, nunca deixa de conhecer e contactar com pessoas novas.

 

As condições para desenvolver uma carreira de sucesso como consultor imobiliário são evidentes. Ao início, pode não parecer fácil. Contudo, com uma boa dose de dedicação e perseverança, pode ambicionar chegar ao topo.

Ficou convencido relativamente às vantagens de ser consultor imobiliário? Venha fazer parte da RE/MAX Maia e RE/MAX Win e integre equipas dinâmicas.

 

QUERO SER CONSULTOR IMOBILIÁRIO

 


Subscreva o nosso blog

 


consultor imobiliário

7 Dicas para ser um consultor imobiliário bem-sucedido!

Um consultor imobiliário encontra na sua profissão vantagens aliciantes. Contruir uma carreira próspera é o objetivo da maioria das pessoas que integra este ramo. Mas, para lá chegar, é necessária alguma dedicação e persistência.

Alguém que começa uma carreira como consultor imobiliário precisa de estar aberto a novas aprendizagens e, sobretudo, de olhar para os bons exemplos. Se está a iniciar-se nesta área, leia as nossas dicas para atingir rapidamente o sucesso. Estes conselhos são fundamentais para ser um profissional bem-sucedido neste mercado.

 

1. Seja empático com o cliente

Criar um laço com o potencial cliente é fundamental para conduzir um negócio ao sucesso. O consultor imobiliário deve ser alguém que gere confiança na outra pessoa. Muitas vezes, isso passa por criar uma certa ligação emocional.

O apoio que se dá a quem procura um consultor deve ser o mais sincero e responsável possível. Tudo isto vai gerar uma relação de confiança, fundamental para uma boa experiência de negócio.

 

2. Seja profissional

Para um consultor imobiliário ser bem-sucedido nos seus negócios, deve ter uma postura profissional exemplar. Ser pontual, exigente e organizado e procurar a excelência, por exemplo, são algumas características necessárias para alcançar a desejada progressão na carreira.

 

3. Tenha uma atitude objetiva com o cliente

Na maior parte das vezes, os clientes procuram tirar a máxima rentabilidade dos negócios que realizam. Quando procuram apoio junto de um consultor imobiliário, aquilo que pretendem é informações objetivas e claras. Quando não consegue ser objetivo, o mediador pode gerar dúvidas no cliente e prejudicar o negócio.

 

4. Procure ser organizado e metódico

Um dos aspetos que mais seduz um potencial cliente é a forma como o consultor imobiliário organiza o seu trabalho. Há algumas ferramentas que podem facilitar nesse processo. Por exemplo, a utilização de um tablet para fazer apresentações e mostrar imagens de imóveis vai causar uma ótima impressão na outra pessoa. Pode também utilizar um dossier de apresentação objetivo e de fácil perceção.

 

5. Invista no seu desenvolvimento enquanto consultor imobiliário

Para construir uma carreira de sucesso, é fundamental investir no conhecimento. As empresas de mediação imobiliária apostam bastante na formação contínua dos seus colaboradores. Contudo, para um consultor imobiliário que se está a iniciar, uma formação de iniciação completa é determinante para que a adaptação seja mais célere.

 

6. Defina uma boa estratégia de negócio

Cada negócio é único e, por isso, deve ter flexibilidade para se adaptar às exigências e características do cliente. No entanto, deve construir uma estratégia para negociar. Tal consegue-se fundamentalmente com experiência, mas há alguns aspetos que pode trabalhar no sentido de ser bem-sucedido.

Numa negociação, é importante ter tudo bem preparado e fundamentado. Isto servirá para demostrar confiança ao cliente. Por outro lado, deve saber colocar-se na posição do outro para entender melhor as suas pretensões. A partir daí, será mais fácil montar um discurso para entender os pontos-chave do negócio.

 

7. Defina metas realistas

Como já dissemos, a profissão de consultor imobiliário permite criar expectativas de uma carreira com muitas vantagens. No entanto, é preciso definir objetivos realistas e sólidos. O importante é a dedicação e o entusiasmo com que vai encarar cada dia de trabalho. Nunca se esqueça que deve basear-se sempre na honestidade!

 

Se começou agora ou está a pensar começar uma carreira como consultor imobiliário, estas dicas ser-lhe-ão muito úteis. Se ainda não se iniciou nesta área, talvez este seja o momento certo para avançar!

Quer construir uma carreira de sucesso? Gostaria de integrar uma equipa altamente experiente e dinâmica no ramo imobiliário? Junte-se à RE/MAX Maia e RE/MAX Win e triunfe!

 

QUERO INTEGRAR UMA EQUIPA VENCEDORA

 


Subscreva o nosso blog